Eixo Mole Skate Zine #4 – Skate para a vida Foda! | Produção CWB SKT Warriors | Fanzine Cultura SK8

Tá no AR!!!

ASSISTE! Se INSCREVE. Não vacila!

Quadrinha Vish | Fabrício da Costa & Raphael Braciak | Marcos Pesch | Luiz Postal

Esta edição conta com entrevista sobre vida e carreira de skatista profissional com Raphael “Urso” Braciak e Fabrício da Costa (37:02), ambos com mais de 30 anos de skate e muitas experiências. O vídeo também traz o depoimento de Marcos Pesch, preparador físico e skatista (10:48), contando um pouco sobre como andar de skate a vida toda e sobre sua experiência de gravar uma “vídeo part”, o “46-36”, lançada este ano.

Ainda, a já tradicional parte dedicada à nova geração. Desta vez o alvo é o “Crew do J.A.”, com a rapaziada do Jardim das Américas (00:59), bairro de tradição no skate de Curitiba. Uma comunidade ativa que organiza o rolê em torno da “Quadrinha da Vish”. Para completar, o Rolê Tiozão, com as sessões de skate da Crew CWB Skate Warriors (17:32), produtores e organizadores do Eixo Mole.

Luiz Postal foi o artista convidado para a sessão “Arte & Barulho” (43:32) e nos presenteou com imagens produzidas especialmente para a abertura e sessões do Eixo Mole (resenha no final da descrição do vídeo).

Fique ligado! Em breve: * Entrevista completa com Urso e Fabrício; * Sonz: com a Trilha sonora do Eixo Mole #4.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Inspirado na estética dos ‘fanzines’, o EIXO MOLE é um vídeo revista sobre a cultura do skate.

Sessões:

00:00 Abertura

00:59 Skate Hoje

10:48 Skate pra Vida Foda

17:32 Rolê Tiozão

37:02 Passando o Eixo

43:32 Arte & Barulho

Editado pela galera dos CWB Skt Warriors, Velhos Malditos Skatistas de Curitiba.

Canais:

youtube.com/eixomoleskatezine :: Canal para lançamento dos vídeos.

https://www.instagram.com/eixomole/ :: Instagram com divulgações e corres do dia a dia.

https://soundcloud.com/eixomoleskatezine :: Canal para publicações das trilhas sonoras e podcasts.

Página do projeto em Jorle: https://www.jorle.com.br/projetos/eixo-mole-skate-zine/

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Zonz:

* Abertura: Beats: LGRoc “BACK TO THE ROOTS” @LGROC; Rock: Johan Wodzynski “Intro Eixo Mole” @johan.wodzynski;

* Jovens – Quadrinha J.A.: 1) CHERON ft. leo.txt “Million Dollar Baby”, 2021; 2) Mythologyca “Lady of the Crows”; 3) Strogonoff Satânico “Strogonoff Satânico”, Autointitulado, 2021; 4) Rultiplo “Underrated”, Combustão Espontânea, 2017;

* Marcos Pesch: Thiago Marques “RUA”;

* Rolê Tiozão: Orlando Muzg “Areia Branca_Original Mix”, 2021; Orlando Muzg “Cidades de Plástico – Vídeo edit”, 2018; Pepeu Gomes “Mil e Uma Noites de Amor”, Energia Positiva, 1985; Colligeri “Intro”, Split, 2022; Colligeri “Soi Senhores do Destino”, Incerto, 2003; Murder me Slowly “Polar”, Ghost Murder, 2021; 411VM Theme;

* Passando o Eixo: Shwe Dagon “Ganja Dub-11399”;

* Cultura, Arte & Ruído: Cover por Luiz Postal: New Order – Bizarre Love Triangle;

* Créditos finais: Teu Pai Já Sabe? “Vá de bike”, Agora Sabe, 2019.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Cultura, Arte & Ruído

Eu sou o Postal. Luiz Antônio Postal Borges… Postal é meu nome mesmo.

Eu me formei em Direito e Design e me deformei em skate (na rua e nas várias roubadas que o skate me ensinou).

Tô na fase do Metal: platina no braço e titânio na boca. Acho que é isso que apita no sensor antirroubo do mercado e faz cócegas no meu crânio quando eu estou na porta giratória do banco. Sou skate/rua desde 1988. Tipo assim – sou uma breve estória do Século Passado. Tô cromado e um skema bem bom vai ser comprar um shampoo Tio Nacho acaju.

Viu!?! Tá saindo uma Água de Cheiro de Cavalo minha agora pela Jequiti. Pode comprar. Vai fazer crescer pelos no peito, pelos no suvaco (tem uns cinco casos comprovados até agora) e pelos na orelha…

Todas as artes feitas para o Zine Eixo Mole são únicas e exclusivas.

A arte inicial foi inspirada no Mark Gonzales. O Gonz, assim como Natas Kaupas, é a essência do street skate. Brainwash Victim é uma percepção do Gonz acerca da falsa realidade que sempre estão tentando nos impor. A arte de fundo é um ollie flip que o Gonzales lançou no Embarcadero lá pelos anos 90. Todo skatista é um visionário, uma pessoa sem medo que aprende por si só. A vida e a arte na prática. Erro não existe.
Arte 2 Steve Olson – Esse cara tem quase 60 anos, tá andando de skate, fazendo arte e vivendo a real, tá namorando e produzindo. ?Ele simplesmente ligou a cena skate com a cena punk.
Arte 3 – cultura arte e ruído: skate é uma forma interdisciplinar ou multidisciplinar de perceber o mundo. Isso me levou a criar e apresentar a imagem do “lavar louvar e lesar”, tudo o que é percepção é consciência mental. O tema “brainwash victim” vai repetir-se forever, and again, and again.
Arte 4 – Passando o eixo. Não existe uma lógica nas relações humanas. Passar o eixo significa transmitir um da pouco tradição daqueles que estiveram aqui antes, para que nós vivêssemos o skate. No skate não existe um poder central. Não há um estado representativo e não há lei. Não há regras ou mesmo condutas. A única tradição, verdade e princípio é a liberdade.
Arte 5 – Skate Hoje. Em todo ambiente urbano e livre desse planeta você vai encontrar e conhecer uma “crew”. Uma turma ou galera local do skate que se destaca ou domina uma pista, uma rua, um bairro… Nesse momento destacamos a galera do Jardim das Américas – Nova Geração. A imagem de fundo é de um filme de suspense das antigas: “Village of the Damned”, Cidade dos Malditos ou Cidade dos Amaldiçoados – em português. Por favor, assistam só a versão original…
Arte 6 – Pesch. Skate a vida Toda. Bem, o Marcos Pesch é um cara que anda desde sempre e tem muito conhecimento acerca das condições físicas para praticar bem o corpo, a alma, a cultura, o espírito e a mente de um skatista. Eu quero muito arrepiar e rasgar um carro, andar de skate nele. ?Isso acontecia em alguns campeonatos gringos no passado. Foi essa a intenção da arte que eu quis passar: skate é transgressão. Andar de skate quando você fica velho então – é transgredir mais ainda.
Arte 7 – Fechamento. Todos os olhos estão sobre nós, em todos os lugares, o tempo todo. ?O “Grande Irmão” é onisciente, onipresente e ?Na real: ?Duvide de tudo (não sei se o bagulho é tão onipotente).

Valeu, eu sou o Postal; se puder, me esqueça, me apague e não me ouça.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

CWB SKT Warriors

#eixomole #eixomoleskatezine #fanzine #cwbsktwarriors #eixomolequatro #cwb #skt #skateboarding #skate

Talvez você também goste:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *