Quem é o skatista de 2020? – Publicação de MyTrix

(Publicado originalmente no Projeto Mytrix)

Daí, blz! Estava curtindo as férias, deu saudade de desenhar e por fim saiu esse rabisco aí. Tô postando aqui porque meu impulso artístico me fez lembrar de quando andar de skate não tinha nada a ver com Esporte Olímpico ou grandes patrocínios e tudo era feito na garra, no sangue e suor. À partir da vontade e da organização, tudo era possível. Não haviam pistas, campeonatos, peças e muito menos referências próximas de bons skatistas. Era preciso correr muito atrás para as coisas acontecerem, e em grupo, pois sozinho, nada funciona. Só estou falando sobre essa baboseira toda ‘das antigas’ pois vejo, não só no skate, a galera hoje mais consumindo o mundo do que construindo este mundo. Talvez agora habilidade trate-se mais sobre usar o que está aí e menos sobre construir algo novo. Talvez nem seja preciso construir nada novo, ou pareça desperdício de energia e desfocar do que interessa. Fato é que andar de skate requer atitude. Não da boca pra fora. Voltar uma manobra pesada ainda exige aquela coisa a mais, uma coragem, aquela vontade extra. Mas e aí? Você acha que os novos tempos mataram a atitude? Ou estamos focando a atitude em evoluir tecnicamente? Há mais o que construir? Quem é o skatista de 2020? Comenta aí!

Seja como for, bom ano de 2020 pra vocês! Que tenhamos todos alguma atitude e que seja positiva. Abraço.
Ricardo GosWod.
MyTrix.

www.jorle.com.br/mytrix

MyTrix

Talvez você também goste:

Fala aí ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *